APN completa 15 anos

APN completa 15 anos

Águas de Porto Novo SA representa a primeira parceria público privada do país, constituída para desenvolver uma infra-estrutura hidráulica destinada a um serviço básico

Em Julho de 2005 foi constituída a sociedade Águas de Porto Novo S.A. na Ilha de Santo Antão, pelo Estado de Cabo Verde, a Câmara Municipal do Porto Novo e a empresa privada Águas de Ponta Preta Lda, da Ilha do Sal, com a finalidade de construir e explorar uma instalação dessalinizadorade água do mar para abastecimento público.

Em Novembro de 2004, tinha sido assinado um protocolo de Intenção sobre o projecto de fornecimento de água potável à Vila do Porto Novo entre o Governo de Cabo Verde e a APP. 

Uma vez elaborados os projectos técnicos e executadas as obras, em Dezembro de 2007 foi inaugurada a IDAM do Porto Novo, com uma capacidade de produção de água dessalinizada de 1.000 m3/dia, com uma estação de elevação à rede pública e com auto-produção de energia eléctrica.

Com um investimento de 240 milhões de escudos, esta parceria público privada introduziu um novo recurso hídrico, a dessalinização de água do mar, na Ilha de Santo Antão, que tem garantido em quantidade e qualidade, o abastecimento de água potável na cidade do Porto Novo disponibilizando um volume de 2,7 hectómetros cúbicos nos últimos 12 anos numa media de 618 .

Dês do início da sua actividade comercial, a APN opera como productor independente, sob concessão na modalidade “Built, Operate & Transfer” e fornece toda a produção de água dessalinizada aos Serviços Autónomos de Água e Saneamento da Câmara Municipal do Porto Novo, que se encarregam da distribuição a mais de 2.800 utentes através da rede pública.

A APN, que junto da AGUABRAVA S.A. e Águas de Ponta Preta Lda, representa um dos precedentes de empresarialização do sector da água nacional, gera um volume de negócios anual de 45 milhões de escudos, emprega a 6 pessoas com uma média de idade de 34 anos e dispõe das certificações de qualidade HACCP e ISO9001:2015.

Na continua procura da eficiência e da sustentabilidade, em 2020, a APN está a implementar investimentos na ordem de 16 milhõesde escudos para reduzir os custos energéticos do processo de produção de água dessalinizada, construindo um posto de transformação de 250 KVA para aquisição de electricidade da rede pública na tarifa de Media Tensão e uma central solar fotovoltaica de 55 kWp para integrar as energias renováveis, de forma a aproveitar a excelente radiação solar que regista a cidade do Porto Novo. 

Se estima que estes investimentos, que contam com uma ajuda financeira a fundo perdido no no âmbito do projecto GEF-UNIDO: “Acesso à Energia Sustentável para Gestão de Recursos Hídricos: Nexo Energia-Água” promovido pelo Governo de Cabo Verde, permitirão reduzir o preço da água dessalinizada na ordem dos 5%.

No dia 1 de Julho, precisamente coincidindo com o dia do XVº aniversário da sua constituição da empresa, foi publicada a Resolução nº90/2020 do Conselho de Ministros, que contempla à APN como parceiro estratégico na futura empresa intermunicipal Águas de Santo Antão SA.

Written by pontapreta

Website:

0 comments

Leave a comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *