APP celebra com a CERMI um acordo de cooperação e colaboração

APP celebra com a CERMI um acordo de cooperação e colaboração

Ambas instituições visam acelerar a transição energética para um sistema eléctrico descarbonizado, baseado nas energias renováveis e na eficiência dos recursos autóctonos

APP e o CERMI (Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial, Entidade Pública Empresarial) criam as bases de cooperação e colaboração mediante a celebração de um acordo entre as duas empresas para período de dois anos. A cerimónia de assinatura do acordo de cooperação e colaboração empresarial no domínio das energias renováveis se realizará no dia 25 de Janeiro, nos actos da abertura do novo ano lectivo 17/18 na sede do CERMI em Palmarejo Grande (Cidade da Praia). O acordo objectiva promoção das energias renováveis, em especial a formação, emprego e capacitação mediante a realização das seguintes acções conjunta: (1)Realização de programas de capacitação e estágios para valorização dos recursos humanos no âmbito das energias renováveis; (2)Transferência tecnológica e intercâmbio de informação, conhecimento e documentação técnica e científica no domínio das energias renováveis;(3)Promoção de uma cultura industrial e tecnológica no seio das suas empresas e intercâmbio de profissionais; (4) Realização de projetos em conjunto de engenharia, investigação e gestão de unidades de produção de energia renovável; (5)Realização de consultas recíprocas sobre temas relacionadas sobre o sector energético; (6) Realização conjunta de actividades de sensibilização, workshops e outras formas de capacitação e actualização sobre temas ligados as Energias Renováveis.

O acordo se assenta em valores que de forma directa ou indirecta promoverão a harmonização política no sector das energias renováveis, equidade e igualdade de género entre os profissionais do sector das energias renováveis, valorização dos recursos humanos e utilização sustentável dos recursos naturais.

Igualmente no acto da assinatura do acordo, as partes celebrarão um protocolo que definirá a primeira acção conjunta de cooperação. Esta iniciativa que estabelece o primeiro programa de estágio profissional enquadrando-se no quadro do projecto “Central Solar Fotovoltaica de1.316 kWp (1.235 kWn)” cujas obras iniciaram no dia 2 Janeiro do presente ano num lote de terreno de 1,2 hectares da parcela técnica da Urbanização de Ponta Preta, promovida pela sociedade de desenvolvimento CABOCAN na ZDTI de Santa Maria (Ilha do Sal). O protocolo visa o desenvolvimento de conhecimentos e competências profissionais, necessários para o desempenho de uma atividade profissional no setor das energias renováveis, no sentido de aumentar as qualificações dos formandos da CERMI,EPE, constituindo uma estratégia facilitadora de acesso ao mercado competitivo de trabalho. O programa de Estágio contemplará 8 (oito) formandos do CERMI, EPE, sendo 4 (quatro) do sexo masculino e 4 (quatro) do sexo feminino, salvaguardando a aplicação do princípio de igualdade e equidade de género.

Neste momento, a penetração das energias renováveis no sistema eléctrico de Cabo Verde supera os 20% e a expansão das tecnologias associadas a este dominio, virá criar centenas de postos de trabalho nas áreas da instalação e da manutenção.

Written by pontapreta

Website:

0 comments

Leave a comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *